11 raças de cães que foram completamente extintas no planeta

Os cães domésticos foram criados seletivamente de acordo com seus comportamentos, capacidades sensoriais e atributos físicos. Raças modernas de cães mostram uma grande variação no tamanho, aparência e comportamento do que qualquer outro animal doméstico.

Os cães são predadores e necrófagos, e como muitos outros mamíferos predadores, o cão tem poderosos músculos, ossos do pulso fundidos, um sistema cardiovascular que suporta ambientes extremos.

A Fatos Desconhecidos traz a seguir uma lista de 11 cães que foram completamente extintos do planeta. Confira:

1. Kuri

4

A Kuri foi trazida para a Nova Zelândia em torno do século 14, provavelmente da região do Leste da Polinésia. Enquanto é dito que o cão era um companheiro favorito das mulheres Maori, nem todo mundo amou o bichinho. Eles eram considerados traiçoeiros e mordiam seus donos com frequência. Os Kuri foram muitas vezes descritos como feios e teimosos, com um pobre sentido do olfato. Assim, a raça acabou perdendo sendo extinta.

2. Talbot

5

Este cão de rastreamento era muito bem-visto na Idade Média. Alguns historiadores acreditam que William, o Conquistador, trouxe a raça para a Inglaterra em 1066. O cão leal era lento, mas tinha um grande sentido de olfato e foi muitas vezes utilizado em batalha e para a aplicação da lei. O Talbot foi extinto por volta do século 16, mas seu legado é o beagle.

3. Molossus

6

Essa raça de cão era amada pelos romanos e gregos. O Molossus foi o precursor do Mastiff, São Bernardo, Grande Dane, e outros (todos chamados “Molossers”). Eles são usados para a caça, pastoreio e lutas. O Molossus também tem um pedigree intelectual: Aristóteles gostava do canino e escreveu sobre ele no livro “A História dos Animais”.

4. Cão Lutador da Córdoba

7

Este cruel e poderoso cão é uma mistura de bull terrier e bulldog que foi utilizado para combates na Argentina. Acontece que o cão lutador da Córdoba foi criado “perfeitamente” – quando era hora de acasalar, machos e fêmeas estavam muito ocupados tentando rasgar uns aos outros que, eventualmente, levou a extinção da raça.

5. Poi Havaiano

8

Como o Kuri, o cão havaiano Poi tem origem polinésia. Cães Poi foram alimentados com uma dieta vegetariana. Esta dieta também contribuiu para sua obesidade galopante e a raça começou a desaparecer no século 18 após o acasalamento com outros cães que foram introduzidos no Havaí.

6. Paisley Terrier

9

Criado para ser participar de show de talentos, o cão Paisley Terrier finalmente foi extinto depois que a demanda por ele em exposições de cães diminuiu.  Originário da Escócia, o Paisley Terrier foi produzido primeiramente como uma versão do Skye Terrier e foi o progenitor do Yorkshire Terrier.

7. Braque du Puy

10

Este cão caça doméstico francês foi criado pela primeira vez no século 19 e, apesar de muitas ramificações semelhantes serem encontradas hoje, o Braque du Puy em sua forma original não é mais encontrado. Era uma antiga raça bastante criada na França para caçar nas terras baixas. Ele era conhecido por ser rápido e flexível.

8. St. John’s Water Dog

11

Estes cães amigáveis ??deram origem a extensa variedade de retrievers (Golden e Labrador, entre outros). As versões originais do cão morreram lentamente durante século 20 até que apenas dois permanecessem. Infelizmente, ambos eram do sexo masculino, de modo que era o fim para o cão. Você pode ver uma foto dos pobres cães condenados aqui.

9. Buldogue alemão

12

O buldogue alemão foi eventualmente extinto pois os criadores preferiam criar cães da raça Boxer. Ele teve origem no buldogue Espanhol e no Dogo Argentino, não só no aspecto, mas também no uso.

10. Coton de Reunions

13

Diz a lenda que estes cães adoráveis sobreviveram a um naufrágio no Oceano Índico, lutou contra tubarões, nadou em até Madagascar e acasalaram com cães de rua suficientes para criar a raça sobrevivente Coton de Tulear. Mas, am história mais provável é que eles foram meramente levados para a nação insular por marinheiros que os mantinham como companheiros.

11. Russian Tracker

14

Estes grandes cães foram criados na Rússia e utilizados pelos agricultores nas montanhas do Cáucaso para guardar gado. Em 1800, Sir Dudley Marjoribanks comprou os Trackers russos que conseguiu encontrar e desse grupo, ele finalmente criou o golden retriever, enquanto o rastreador desapareceu silenciosamente.

Fonte: Mental Floss

Deixe uma resposta